LONDRES - A alta do preço dos alimentos ameaça levar milhões de pessoas do leste da África à pobreza extrema, alertou hoje a ONG Oxfam.

A entidade fez um apelo aos países mais ricos para que aumentem a ajuda à região. A falta de chuvas, os conflitos étnicos e a pobreza crônica são alguns dos fatores que podem levar 13 milhões de pessoas a necessitar de um auxílio humanitário urgente.

A Oxfam disse que a situação se agravou com o aumento dos preços dos alimentos.

"O custo da comida aumentou até 500% em alguns lugares, deixando em pobreza extrema uma população que sofreu com sucessivos períodos de seca", disse a entidade em comunicado.

Segundo a Oxfam, o custo do arroz importado na Somália subiu 350% entre o início de 2007 e maio de 2008. Neste país, 35% da população precisa de ajuda emergencial e o número pode chegar a 50% no final deste ano.

Rob McNeil, um membro da ONG que esteve recentemente no continente africano, disse que o cenário na Etiópia é desolador.

"Algumas das estradas estavam cobertas por gado morto. Quase não existe água para as pessoas e animais. A população está cada vez mais desesperada", disse McNeil.

Leia mais sobre crise dos alimentos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.