ONG acusa Israel de torturar e maltratar menores palestinos

Jerusalém, 12 jun (EFE).- Os menores palestinos sofrem torturas e maus-tratos generalizados, sistemáticos e institucionalizados por parte das forças de segurança israelenses, segundo um relatório da seção palestina da ONG Defence for Children International.

EFE |

"Desde o momento de sua detenção, as crianças palestinas sofrem maus-tratos e, em alguns casos, tortura por parte de soldados israelenses, policiais e autores dos interrogatórios", afirma o documento, que inclui 34 casos estudados em mais de 100 páginas.

Os menores frequentemente são detidos "na casa da família horas antes do amanhecer por soldados fortemente armados", que os colocam de joelhos "dolorosamente, vendam e os empurram à parte de trás de um veículo sem indicação alguma de porquê ou para onde são levados", afirmou a organização.

"As crianças são geralmente maltratadas durante o processo de transferência e chegam aos centros de detenção e interrogatório traumatizados, cansados e sozinhos", acrescenta.

Os menores, alguns com 12 anos, em geral são mantidos longe do contato com as famílias e têm negada a ajuda de um advogado até que tenham confessado no interrogatório, segundo a ONG.

"No interrogatório são submetidos a uma série de técnicas proibidas, como o uso excessivo de algemas ou vendas nos olhos, tapas e golpes, abuso de posições dolorosas durante longos períodos de tempo, confinamento sem comunicação e privação do sono, assim como uma combinação de ameaças físicas e psicológicas à criança e à sua família", explica o estudo.

Nesses momentos, "muitos menores confessam e alguns são forçados a assinar confissões escritas em hebraico, uma língua que não entendem", em interrogatórios "que não são gravados em vídeo, como estabelece a lei israelense", acrescenta.

Depois, no tribunal militar, "a principal prova contra os menores é, em quase todos os casos, a confissão extraída no interrogatório coercitivo", assegura a organização. EFE ap/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG