Onda de frio deixa pelo menos nove mortos na Argentina

Maioria das vítimas é morador de rua. Outras 33 pessoas morreram por intoxicação com monóxido de carbono no país

AFP |

Nove pessoas morreram por conta da onda de frio que atinge há vários dias a maior parte do território argentino, informou neste domingo a entidade civil Rede Solidária.

Às mortes por hipotermia se somam a outras 33 mortes causadas por intoxicação com monóxido de carbono, sendo que 11 delas são de pessoas com menos de 18 anos. A principal causa, segundo a entidade, é o uso de sistemas precários de calefação.

A maioria dos casos de morte por hipotermia aconteceu entre a população indigente que vive nas ruas da capital argentina e das províncias de Buenos Aires, Corrientes, San Luis, Misiones, Chubut, La Pampa e Jujuy.

    Leia tudo sobre: frioargentinamorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG