Onda de frio deixa 42 mortos na Polônia

Varsóvia, 21 dez (EFE).- A onda de frio que atinge a Polônia, com temperaturas de aproximadamente -20° C e muita neve, fez 42 pessoas morrerem congeladas durante o fim de semana, a maioria delas moradores de rua e alcoólatras.

EFE |

Por causa do elevado número de óbitos, as autoridades reforçaram o pedido para que a população avise se tiver conhecimento de alguém passando a noite exposta a condições climáticas extremas.

O porta-voz da Polícia, Mariusz Sokolowski, lembrou que é importante não consumir álcool nas ruas quando as temperaturas, que deverão voltar a subir nos próximos dias, estiverem excessivamente baixas.

As autoridades de saúde admitiram que há anos não se registra um número tão alto de mortes provocadas pelo frio, apesar da criação de novos abrigos.

Também por causa da neve, algumas linhas de trem foram danificadas. O problema causou atrasos na saída das composições e longas filas nas maiores estações do país.

Outra recomendação é que os motoristas redobrem a atenção nas estradas, nas quais foram registrados alguns acidentes nas últimas horas. EFE nt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG