Onda de frio congela os EUA

WASHINGTON - A onda de frio ártico que se estende nos Estados Unidos da Dakota do Norte, na fronteira com o Canadá, até o Texas, e que também afeta a Flórida, continua hoje com novas nevascas e temperaturas de até 25 graus abaixo de zero.

EFE |

O Serviço Meteorológico Nacional emitiu avisos de vento gelado para a maioria de Dakota do Norte e regiões de Minnesota e Iowa.

Isso significa que existe o perigo de se sofrer de hipotermia se não forem tomadas precauções suficientes ao se sair de casa.

O frio também atingiu o sul, e estão previstas geadas na Louisiana, Alabama, Mississipi, Texas e Flórida, inclusive nas margens do Golfo do México, embora não haverá neve como no norte.

O ar polar ameaça este fim de semana as colheitas de laranjas, limões e morangos da Flórida, estado que produz 75% das frutas e verduras consumidas nesta época do ano no país.

No entanto, o fim do frio está perto, segundo os meteorologistas.

As temperaturas subirão no Meio Oeste no domingo e a melhoria se estenderá paulatinamente para a metade leste do país.

O nordeste será a última região a receber o alívio nos termômetros. Hoje à noite o termômetro marcará 12 graus abaixo de zero na cidade de Nova York e 13 graus negativos em Boston, por exemplo.

O sudoeste do país escapou do sistema ártico e em Los Angeles será registrada hoje uma máxima de 24 graus, temperatura média também desfrutada tradicionalmente pelos habitantes da Flórida em janeiro, embora não este ano.

    Leia tudo sobre: neve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG