Onda de detenções em dois bairros xiitas de Bagdá

As forças americanas e iraquianas prenderam várias dezenas de pessoas durante uma operação em bairros xiitas do sudoeste de Bagdá, informaram diversas fontes neste sábado.

AFP |

A operação aconteceu entre 11H00 (05H00 de Brasília) e 14H30 (08H30 de Brasília) deste sábado em Al-Amal e no bairro vizinho de Al-Bayaa, onde o líder radical xiita Moqtada al-Sadr tem muitos simpatizantes, relataram testemunhas à AFP.

"As forças iraquianas e americanas invadiram uma mesquita em Al-Amal e um mercado vizinho e prenderam dezenas de pessoas, entre elas idosos e adolescentes", contou Hazem Mohammed, 27 anos, um morador do bairro.

"Meus três irmãos, um dos quais tem 12 anos de idade, foram detidos, assim como meu primo", explicou o morador, afirmando ter conseguido escapar dos soldados.

Questionadas pela AFP, várias outras testemunhas confirmaram a onda de detenções.

"Militares iraquianos e americanos prenderam mais de 400 pessoas, entre elas muitos idosos e crianças", denunciou Hamadallah al-Rikabi, porta-voz do movimento de Sadr em Al-Amal.

Os soldados não tinham mandato da justiça e não deram qualquer explicação a estas operações, durante as quais "as pessoas detidas foram humilhadas e seus direitos desrespeitados", afirmou Ribaki.

Qassim Atta, porta-voz do Exército iraquiano em Bagdá, confirmou as operações nos dois bairros e a detenção de "pessoas procuradas pela justiça". Ele ainda mencionou a descoberta pelos soldados de "vários esconderijos de armas e explosivos".

As forças iraquianas conduziram sua missão com "profissionalismo", garantiu Atta.

ak/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG