Onda de atentados em Bagdá deixa 75 mortos

Pelo menos 75 pessoas morreram e 310 ficaram feridas nesta quarta-feira em uma onda de atentados em Bagdá, incluindo dois provocados por caminhões-bomba, anunciaram os ministérios do Interior e da Defesa.

AFP |

Os atentados aconteceram no sexto aniversário do ataque com um caminhão-bomba contra o prédio da ONU em Bagdá, que matou o brasileiro Sérgio Vieira de Mello, enviado especial do então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan.

Um dos caminhões explodiu do lado de fora do ministério das Finanças, no bairro de Waziriyah, zona norte da capital.

A bomba destruiu parte de uma ponte perto do ministério e deixou mais de 200 feridos, segundo fontes médicas.

Outra explosão foi registrada nas proximidades do ministério das Relações Exteriores, em uma área residencial próxima da Zona Verde.

Um carro-bomba também explodiu no bairro de Baya, zona oeste da capital.

Mais cedo, dois obuses de morteiro caíram na Zona Verde e outro do lado de fora desta área ultraprotegida, onde se encontram vários ministérios e embaixadas, entre elas a dos Estados Unidos.

ak/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG