Onda de ataques mata pelo menos 47 pessoas no Iraque

Uma onda de ataques suicidas deixou pelo menos 47 mortos e mais de 130 feridos nesta segunda-feira em duas cidades do Iraque, informam as autoridades iraquianas. Segundo as informações da polícia, três atentados atingiram comboios de peregrinos na capital, Bagdá e deixaram 25 mortos.

BBC Brasil |

Os atentados alvejaram peregrinos xiitas que se dirigiam para o santuário de Kadhemia, ao norte do país, onde acontece uma cerimônia religiosa anual em homenagem a um imã xiita.

Os ataques ocorreram quando os comboios passavam pelo distrito central de Kerrada e segundo as autoridades, parecem ter sido realizados por mulheres-bomba.

Bagdá está sob um forte esquema de segurança por conta da peregrinação. A cerimônia religiosa, que atrai milhares de fiéis, comemora a morte do imã xiita Musa al-Kadhin e irá atingir seu ápice na terça-feira.

Kirkuk
Um quarto atentado deixou cerca de 22 mortos na cidade de Kirkuk, ao norte do país.

O ataque teria atingido manifestantes que faziam uma demonstração contra um projeto de lei para eleições locais na cidade.

Kirkuk é motivo de disputa entre árabes, curdos e turcomanos e o projeto de lei provocou aumento da tensão a região.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG