A Organização Mundial do Turismo (OMT) afirmou nesta terça-feira acreditar que o impacto final sobre a indústria da situação criada pela epidemia de gripe suína declarada no México será mínimo.

"O impacto pode ser muito marginal no final. No México é muito forte agora, mas se a situação for dominada, o impacto sobre o turismo será mínimo", afirmou em uma entrevista coletiva em Madri, sede da OMT, o subsecretário geral da organização, Geoffrey Lipman.

Lipman recordou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou não restringir as viagens nem fechar as fronteiras, apesar das medidas adotadas por alguns países de maneira unilateral.

gr/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.