OMS vence o Prêmio Príncipe de Astúrias de Cooperação Internacional

Oviedo (Espanha), 27 mai (EFE).- A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu hoje o Prêmio Príncipe de Astúrias de Cooperação Internacional 2009, em reconhecimento por seu trabalho de salvaguarda do direito fundamental de todo ser humano à saúde.

EFE |

O júri do prêmio também avaliou a capacidade da OMS para "desempenhar uma função de liderança nos assuntos cruciais de saúde, em um contexto mundial em transformação".

Concorriam à premiação 26 candidaturas de 12 países. A OMS disputou a votação final com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Fundação Rita Levi-Montalcini e o Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia.

Segundo o júri, entre as maiores conquistas da premiada se destacam a erradicação da varíola; a redução, em mais de 99%, dos casos de poliomielite; a prevenção e controle de doenças infecciosas como aids, tuberculose e malária; a redução da mortalidade infantil, e a identificação e controle de focos epidemiológicos em nível mundial.

O Prêmio Príncipe de Astúrias de Cooperação Internacional é concedido "à pessoa, instituição ou grupo de pessoas cujo trabalho tenha contribuído de forma exemplar e relevante ao mútuo conhecimento, ao progresso ou à fraternidade entre os povos".

O prêmio de Cooperação Internacional é o segundo concedido na edição de 2009, já que na semana passada o arquiteto britânico Norman Foster recebeu o de Artes.

Os premiados pela Fundação Príncipe de Astúrias recebem 50 mil euros. EFE lm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG