A Organização Mundial da Saúde (OMS) considerou nesta quinta-feira que a produção mundial de vacinas contra a gripe H1N1 chegará a apenas três bilhões de doses anuais, contra as cinco bilhões previstas anteriormente.

A organização indicou, no entanto, que os testes realizados com a vacina contra a gripe suína demonstram que ela não causa efeitos colaterais piores do que os causados pela vacina contra a gripe comum.

hmn/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.