OMS recebe prêmio Príncipe de Asturias de Cooperação

MADRI (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu uma distinção nesta quarta-feira com o Prêmio Príncipe de Asturias de Cooperação 2009, segundo anunciou a organização. O júri levou em conta a capacidade da OMS, como órgão especializado das Nações Unidas, para desempenhar uma função de liderança em assuntos sanitários cruciais, em um contexto mundial em transformação.

Reuters |

Além disso, definiu a organização como "uma das instituições mais respeitadas por seu trabalho de manutenção do direito fundamental de todo ser humano da saúde".

Vinte e seis candidaturas de 12 nacionalidades diferentes tinham se candidatado ao prêmio.

A OMS, com sede em Genebra, é a autoridade diretora e coordenadora da ação sanitária da Organização das Nações Unidas (ONU), líder dos assuntos sanitários mundiais e responsável por estabelecer a agenda das investigações na saúde.

Atualmente, a OMS está integrada por 193 Estados membros e dois associados.

Entre suas maiores realizações, segundo a Fundação Príncipe de Asturias, se destacam a erradicação da varíola, a redução de mais de 99 por cento dos casos de poliomielite; a prevenção e controle de enfermidades infecciosas como a Aids, a tuberculose e a malária; a redução da mortalidade infantil e a identificação, e o controle de surtos epidemiológicos em nível mundial.

A cerimônia de entrega se realizará em Oviedo no próximo outono da região do Hemisfério Norte. Os prêmios são 50 mil euros e uma escultura de Joan Miró.

(Reportagem de Raquel Castillo)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG