OMS prevê que gripe afetará 2 bilhões até fim da pandemia

Genebra, 4 ago (EFE).- Os infectados pelo vírus da gripe suína já chegam a 162.

EFE |

380 casos, sendo 1.154 mortos, de acordo com o balanço publicado hoje pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que disse que "até o final da pandemia" os afetados no mundo terão passado de 2 bilhões.

A organização informou hoje que 168 países dos cinco continentes reportaram casos da gripe, no primeiro balanço publicado desde 6 de julho.

No boletim, a OMS esclarece que o total de 162.380 casos "subestima o número real de afetados", já que os países não recebem instruções da organização de reportar cada caso individual e muitas pessoas podem ter o vírus sem perceber por não apresentarem sintomas.

Embora o vírus seja altamente contagioso, a organização defende que tem efeitos moderados.

A porta-voz da OMS Aphaluck Bhatiasevi esclareceu hoje o número expressado há semanas por responsáveis da organização no sentido de que um terço da população mundial poderia ser infectada pelo novo vírus da gripe.

"No final da pandemia, entre 15% e 45% da população mundial terão sido infectados pelo vírus. O número de 30% constitui a estimativa média, e isto corresponde a cerca de 2 bilhões de pessoas", afirmou.

O balanço divulgado hoje e que toma como base os escritórios regionais da OMS informou que as Américas são as mais afetadas pela doença, com 98.242 casos e 1.008 mortes.

Em seguida vêm o Pacífico Ocidental, com 26.661 casos e 39 mortes; a Europa, com 26.089 casos e 41 mortes; o Sudeste Asiático, com 9.858 casos, 65 mortes; o Mediterrâneo Oriental, com 1.301 casos e 1 morte, e a África, 229 casos. EFE vh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG