Genebra, 29 out (EFE).- A Organização Mundial da Saúde (OMS) enviou ao Iêmen remédios para tratar 50.

000 pessoas afetadas pelas inundações que atingiram o leste do país.

Os remédios enviados pretendem prevenir o aparecimento de doenças relacionadas à água contaminada e à proliferação de insetos, entre outras doenças.

Além disso, segundo o médico Ghulam Popal, representante da OMS no Iêmen, esperam "poder prevenir o sofrimento e a morte causadas por doenças freqüentes como a desnutrição, as infecções respiratórias, o sarampo e também as complicações da gravidez".

Até o momento as inundações provocadas por uma tempestade torrencial que devastou o Iêmen no dia 23 de outubro, deixaram 180 mortos, 10.000 deslocados e 2.000 casas e 80 edifícios públicos destruídos. EFE mh/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.