OMS diz que denominação de gripe suína mudou para evitar estigmas

Genebra, 30 abr (EFE).- O diretor-adjunto da Organização Mundial da Saúde (OMS), Keiji Fukuda, confirmou hoje que o organismo decidiu mudar o nome da gripe suína para gripe AH1N1 porque o vírus está se transformando em humano e também para evitar estigmas.

EFE |

"A razão pela qual decidimos deixar de usar o nome gripe suína é porque o vírus está em processo de se transformar em um vírus de gripe humana", assegurou Fukuda.

"Estávamos recebendo relatos de que em alguns lugares os porcos estavam sendo sacrificados, e isso não é bom. Os animais não são os culpados do que está acontecendo", confirmou o diretor.

Fukuda explicou que, para substituir a denominação original, vários nomes estavam sendo sugeridos, a maioria com relação a uma região geográfica específica, "o que estava criando uma grande confusão, e, por isso, decidimos colocar um que não crie estigmas para ninguém".

Questionado sobre como o vírus deveria ser chamado no dia a dia, devido à dificuldade envolvendo o nome escolhido, Fukuda respondeu: "o novo H1".

H1N1 é a denominação para a gripe estacional, e a A é o tipo de gripe humana que tende a se transformar em pandemia. EFE mh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG