Mais de 60 mil casos de cólera foram diagnosticados desde o início da epidemia no Zimbábue em agosto passado, anunciou nesta sexta-feira, em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS). No total, a epideia já matou 3.161 pessoas.

O informe foi descrito como "a pior situação já registrada" na região pelas organizações humanitárias. "A cólera está fora de controle e isso não mudará num futuro próximo", alerta a organização.


Moradores de Harare enterram o corpo de Martha William, vítima da cólera / AP

A estação das chuvas favorece a transmissão da doença pelo acúmulo de água suja. A OMS considera que a metade dos 12 milhões de habitantes corre o risco de contrair a doença.

A epidemia já se estendeu aos países vizinhos, principalmente à África do Sul, onde 2.600 pessoas contraíram a doença e 31 morreram.

Os dados da ONU mostram que a epidemia não parece diminuir, com 1.493 novos casos e 69 novas mortes nas últimas 24 horas.

Leia também:

Leia mais sobre cólera


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.