OMS descarta elevar alerta sobre gripe e declarar pandemia

Genebra, 21 mai (EFE).- Quatro semanas após serem divulgados os primeiros casos da gripe suína, e com mais de 11 mil infectados no mundo todo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) segue sem elevar o nível de alerta à fase 6 para declarar oficialmente uma pandemia.

EFE |

A organização anunciou hoje que os casos de infectados pela gripe em 41 países do mundo já somam 11.034, com 85 mortes. Nas últimas 24 horas, houve um aumento de 791 casos.

Segundo a normativa da instituição, para subir à fase 6 é preciso comprovar que houve contágio generalizado fora do continente americano, mas isso já teria acontecido na Europa e no Japão.

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, ouviu os apelos de cautela feitos por vários dos ministros da Saúde que participam nesta semana na Assembleia Mundial da Saúde.

Hoje, o primeiro-ministro japonês, Taro Aso, pediu calma, apesar de o país já reportar 281 casos.

Apesar disto, Chan advertiu hoje de que não relutará em ativar o nível 6 se considerar necessário.

"Quando vir mais sinais do vírus, que se estende mais, e de sua gravidade, não hesitarei em tomar uma decisão difícil. Não colocarei em risco a saúde da população mundial", afirmou Chan.

"Mas, para passar da fase 5 à 6, preciso me convencer de que é um fenômeno global", e acrescentou que, caso suba o nível de alerta, haveria poucas mudanças, pois Governos, indústria e farmacêuticas já estão preparados para a eventualidade.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG