Genebra - A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou hoje que o número de casos confirmados da gripe suína subiu para 1.516, frente aos 1.490 casos contabilizados na terça-feira.

Reuters
Funcionária de hospital senta em um banco na entrada de clínica montada para combater a gripe na China

Funcionária de hospital descansa na entrada de
clínica montada para combater a "gripe suína" na China

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Além disso, 22 países têm pelo menos um caso confirmado da doença.

A OMS não informou até o momento se o número de mortos se mantém em 30 (29 no México e 1 nos Estados Unidos), conforme assinalou em seu boletim anterior, e não divulgou hoje os detalhes sobre a evolução da doença por países.

Até agora, o México tinha confirmado 822 casos, seguido dos EUA, com 403, do Canadá, com 164, e da Espanha, com 57.

Leia também


"Gripe suína" no Brasil


Entenda a "gripe suína"

Leia mais sobre gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.