OMS: Casos de cólera no Zimbábue já passam de 80 mil

Genebra, 20 fev (EFE).- Os casos de cólera no Zimbábue já superaram a barreira das 80 mil unidades desde que a epidemia explodiu em agosto passado, confirmou hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS).

EFE |

A porta-voz da entidade, Fadela Chaib, afirmou que o número de contagiados aumentava ontem para 80.250, enquanto os mortos chegaram a 3.759.

Os esforços internacionais não conseguiram deter a propagação da epidemia e as dez províncias do Zimbábue informam casos praticamente a cada dia.

Chaib disse que vários países, organizações humanitárias e a OMS tentam colocar a epidemia sob controle, com especialistas que chegaram de vários países, como Austrália, Reino Unido, Estados Unidos e Suécia, entre outros.

Apesar de os casos terem aumentado, a porta-voz afirmou que se observou uma "pequena queda" no ritmo de aumento de contágios.

Lembrou que provavelmente o maior obstáculo para deter a epidemia é a falta de pessoal médico, que não é remunerado há meses e nem sequer conta com os meios para chegar a seus centros trabalhistas, como consequência da quebra da Economia do país.

Chaib disse que a OMS tinha discutido este problema com as autoridades do Ministério da Saúde do Zimbábue, além de conversar sobre a necessidade de oferecer um estímulo econômico aos trabalhadores da área de saúde. EFE is/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG