OMS: caos na saúde e Israel causam mortes em Gaza

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou hoje que pacientes da Faixa de Gaza estão morrendo por causa do caos do sistema de saúde local. Além disso, eles são prejudicados pelos atrasos nas liberações para entrarem em Israel.

Agência Estado |

Um documento da OMS lista 32 casos de pessoas de Gaza que morreram por falta de tratamento adequado e outros que faleceram antes de poder utilizar as permissões de entrada em Israel.

Um membro do Exército israelense argumentou que o país precisa investigar cuidadosamente os que pedem para ingressar. Ele disse que no último ano duas mães de Gaza que pediam tratamento em Israel na verdade planejavam atentados. A Faixa de Gaza é controlada pelo grupo islâmico Hamas, que não reconhece o Estado de Israel. O Hamas expulsou, em junho do ano passado, o partido laico Fatah de Gaza, tomando controle da área.

Israel aplicou sobre a região um bloqueio, que piorou bastante as condições econômicas dos palestinos e também as possibilidades dos moradores da região receberem tratamentos adequados em emergências de saúde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG