A Organização Mundial do Comércio (OMC) considerou ilegais os subsídios concedidos pelos governos europeus ao fabricante aeronáutico Airbus, informou nesta sexta-feira o americano Wall Street Journal.

Em uma denúncia apresentada contra a UE em outubro de 2004, Washington acusou a União Europeia de conceder ilegalmente subsídios à Airbus.

Este é o maior conflito já apresentado na OMC, com um prejuízo estimado por Washington em 205 bilhões de dólares.

siu/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.