Rishon Tours - Mundo - iG" /

Olmert rejeita acusações de fraude no caso Rishon Tours

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, rejeitou categoricamente nesta quarta-feira as suspeitas de fraude que pesam contra ele em um processo de superfaturamento de passagens de avião, anunciaram seus advogados, qualificando de estranho o desejo do procurador-geral de indiciá-lo.

AFP |

"O primeiro-ministro ficou surpreso ao ler os detalhes da carta do procurador, e afirmações sobre as quais ele nunca foi consultado", diz o texto.

Para o porta-voz do premier, Amir Dan, o procurador-geral "apresenta uma acusação parcial e falsa que vai desmoronar", afirmou à AFP, dizendo-se surpreso com a rapidez do anúncio da intenção de indiciar Olmert, logo depois de uma viagem oficial aos Estados Unidos.

"É uma armadilha, colocada com a ajuda das autoridades judiciárias", acusou.

Pouco antes, o procurador-geral, Menahem Mazuz, anunciara em comunicado a intenção de indiciar Olmert em um caso de fraude no reembolso de passagens de avião.

Neste caso chamado 'Rishon Tours', Olmert é suspeito de ter financiado - na época em que era prefeito de Jerusalém e ministro do Comércio e da Indústria - viagens para o exterior apresentando separadamente várias faturas para uma única viagem.

rb/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG