Jerusalém, 12 set (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, assegurou que renunciará imediatamente depois de seu partido, o Kadima, escolher um novo líder nas primárias que acontecem na próxima quarta-feira.

Assim que for divulgado no nome do vencedor das primárias, Olmert apresentará sua renúncia e recomendará ao presidente do país, Shimon Peres, que peça a seu sucessor que forme um novo Governo, declarou o premier ontem em um encontro de seu partido por ocasião da próxima celebração do ano novo judaico, informa hoje o diário "Ha'aretz".

Se nenhum dos candidatos a suceder Olmert à frente do Kadima, entre eles a ministra de Assuntos Exteriores Tzipi Livni, vencer as primárias em primeiro turno, seria necessária a realização de uma segunda rodada.

Olmert se manteria no poder enquanto durassem as negociações para a formação de um novo Executivo.

No entanto, se o novo líder do Kadima não conseguir apoio suficiente para uma nova coalizão de Governo, ele continuaria à frente do Executivo israelense até a realização das eleições gerais.

EFE aca/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.