Olmert inicia consultas sobre trégua com o Hamas

O primeiro-ministro israelense Ehud Olmert consultou neste domingo as principais autoridades políticas do país sobre um possível acordo de trégua com o grupo radical palestino Hamas na Faixa de Gaza, possibilidade condicionada à libertação do soldado Gilad Shalit.

AFP |

Israel parece ter endurecido a posição nas negociações com a mediação do Egito, ao fim de uma semana em que várias lideranças do Hamas fizeram declarações que davam a entender a iminência de um acordo.

Antes, o Estado hebreu se limitava a exigir "progressos" para uma troca de prisioneiros que favoreceria a libertação do soldado Shalit.

Neste domingo, Olmert recebeu em seu gabinete de Jerusalém o ministro da Defesa Ehud Barak, a chanceler Tzipi Livni e o negociador Amos Gilad, segundo uma fonte governamental, que prevê uma decisão rápida, que será apresentada ao gabinete de segurança ainda esta semana.

O premier também tem programada uma reunião com o líder do Likud, principal partido da oposição de direita, Benjamin Netanyahu, favorito para formar o próximo governo após os resultados das eleições legislativas celebradas esta semana.

"O governo deve levar em consideração a nova situação e os resultados eleitorais", explicou Olmert durante a reunião semanal do gabinete em Jerusalém.

Segundo o jornal Maariv, Netanyahu é totalmente contrário a uma trégua com o Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

bur-mel/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG