O primeiro-ministro israelense de transição, Ehud Olmert, manifestou pela primeira vez, neste domingo à noite, seu apoio a Tzipi Livni, líder do partido centrista Kadima, antes das eleições legislativas da próxima terça-feira.

"Acho que não vou surpreendê-los ao dizer que apóio Tzipi Livni e que desejo vê-la se tornar primeira-ministro de Israel", afirmou Olmert, em uma reunião pública perto de Tel Aviv.

"Ela é capaz de dirigir o Estado e de progredir no processo de paz. Espero que seja eleita", acrescentou.

No passado, Olmert não poupou críticas à sua ministra das Relações Exteriores, e o relacionamento entre ambos tem sido, freqüentemente, tenso. Olmert já admitiu que preferia que seu ministro dos Transportes, Shaul Mofaz, fosse seu sucessor na direção do Kadima.

Leia mais sobre Israel

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.