Jerusalém, 13 mai (EFE).- O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, disse hoje ter alcançado com os palestinos entendimentos em algumas questões das negociações de paz, embora tenha matizado que em outros pontos permanecem discrepâncias.

Olmert fez essa declaração em discurso no grande ato central da conferência de três dias iniciada hoje e que reuniu, em Jerusalém, 13 chefes de Estado e de Governo por ocasião do 60º aniversário da criação do Estado de Israel.

"É intenção do Governo (israelense) chegar a um acordo de paz com os palestinos (...) porque pode ser que amanhã já não seja possível", declarou o primeiro-ministro.

Israelenses e palestinos se comprometeram na conferência de paz em Annapolis (EUA), em novembro passado, a chegar a um acordo antes do final de 2008.

Olmert discursou no evento depois do prefeito de Jerusalém, Uri Lupolianski, e o presidente israelense, Shimon Peres, que afirmou que "se não fosse pelo Hamas, já existiria o Estado palestino". EFE elb-ap/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.