Jerusalém, 30 dez (EFE).- O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, afirmou hoje que a operação militar em Gaza, que já matou mais de 380 pessoas e feriu mais de 1.

700, em quatro dias de bombardeios, ainda está em sua "primeira fase".

Olmert fez estas declarações em uma entrevista ao chefe de Estado, Shimon Peres, para informar-lhe sobre a ofensiva, informou o gabinete do presidente em comunicado.

"A operação militar está atualmente avançando e, por enquanto, o Exército está executando a primeira de várias fases que foram autorizadas pelo gabinete político-militar" na quarta-feira passada, dia em que se decidiu a ofensiva, disse Olmert.

Israel mantém tropas e tanques posicionados em torno de Gaza visando a uma possível invasão terrestre da Faixa.

Por sua parte, Peres afirmou que "não há ninguém no mundo que entenda quais são os objetivos do Hamas e por que eles continuam disparando foguetes" contra Israel.

Quatro pessoas morreram nas localidades próximas a Gaza pelo disparo pelas milícias palestinas de cerca de 200 projéteis de fabricação caseira que começou o bombardeio em massa à Faixa.

"Israel não está combatendo a população palestina, (mas) só contra uma organização terrorista que fez sua bandeira da continuação da violência e a ameaça da estabilidade regional", acrescentou o presidente israelense no encontro, realizado em sua residência em Jerusalém. EFE ap/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.