Olmert diz ao Hamas ser melhor negociar troca de prisioneiros antes de novo governo

JERUSALÉM - O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, fez um apelo ao Hamas nesta quarta-feira para acertar uma troca de prisioneiros com Israel antes de ele deixar o cargo, dizendo que seu sucessor estará menos disposto a libertar presos palestinos.

Reuters |



Olmert, cujo governo de centro está em caráter interino enquanto o primeiro-ministro designado, o linha-dura Benjamin Netanyahu, tenta formar uma nova coalizão, tem intensificado esforços para libertar Gilad Shalit, um soldado israelense mantido na Faixa de Gaza desde 2006.

O grupo islâmico Hamas, que controla o território e resistiu a uma devastadora ofensiva israelense em janeiro, quer que 1.400 prisioneiros palestinos --incluindo líderes do grupo-- sejam libertados em troca de Shalit.

Israel tem obstruído uma troca desigual, mas recentemente sinalizou flexibilidade em conversas mediadas pelo Egito. Diplomatas dizem que Israel poderia libertar cerca de 1.000 prisioneiros.

"Até mesmo o Hamas, embora um grupo desumano em seu comportamento, e violento e brutal e assassino e totalmente insensível às normas mais básicas que nós acreditamos, quer libertar seus prisioneiros", disse Olmert à emissora Canal Dois.

"E eles sabem que, se há uma chance de se chegar a um acordo, será durante meu mandato", ele disse.

"Estou convencido de que o primeiro-ministro que me sucederá fará de tudo para libertar Gilad Shalit. Eu receio que fazer o que eu estou disposto a fazer pode ser difícil para ele, devido à força (política) que o apoia".

Ele se recusou a dizer quantos prisioneiros ele concordaria em libertar.

O Hamas, que é criticado por Israel e por países ocidentais por rejeitar a coexistência com o Estado judeu, mantém suas reivindicações.

Durante conversa com repórteres no Cairo, após a exibição da entrevista com Olmert, o líder do Hamas Mahmoud al-Zahar disse: "Nosso caminho é a consistência e nossa visão é clara".

Leia mais sobre Hamas

    Leia tudo sobre: hamas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG