Washington, 31 dez (EFE).- O primeiro-ministro de Israek, Ehud Olmert, garantiu hoje ao presidente dos Estados Unidos, George W.

Bush, que o alvo das forças israelenses "são apenas o Hamas e seus membros" e que o Exército está tentando minimizar as baixas entre os civis palestinos, informou o Governo americano.

Segundo Gordon Johndroe, porta-voz da Casa Branca, nesta quarta-feira os dois líderes conversaram por telefone sobre a situação na Faixa de Gaza e os passos necessários para um cessar-fogo na região.

Em entrevista coletiva, Johndroe reiterou que qualquer cessar-fogo deve ser "durável" e que seu Governo não é a favor de impulsionar um acordo que valha só por alguns dias ou semanas.

Para isso, é preciso deter o contrabando de armas e que o Hamas pare de lançar foguetes e se comprometa a não fazê-lo no futuro.

Nas declarações à imprensa, Johndroe criticou o Irã e a Síria, países que, segundo disse, "não desempenham um papel construtivo" no processo para a pacificação da região, já que continuam fornecendo armas ao Hamas e aos milicianos libaneses e xiitas do Hisbolá.

Na conversa que tiveram pelo telefone, Bush e Olmert também trataram da situação humanitária na Faixa de Gaza. Segundo o porta-voz da Casa Branca, Israel permitiu a entrada de medicamentos e comida nesse território palestino. EFE cma/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.