Olmert comparece à justiça e alega inocência

O ex-primeiro-ministro Ehud Olmert, acusado por uma série de escândalos financeiros, compareceu nesta sexta-feira pela primeira vez a um tribunal de Jerusalém, um fato sem precedentes na história do Estado de Israel para um ex-chefe de Governo.

AFP |

Olmert foi indiciado por fraude, abuso de confiança, uso de documentos falsos, ocultação de recursos fraudulentos e evasão fiscal.

Ao entrar no tribunal, Olmert, 64 anos, alegou inocência à imprensa.

ms/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG