O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, pediu nesta quinta-feira aos palestinos da Faixa de Gaza que obriguem o movimento islamita Hamas a interromper os disparos de foguetes contra Israel, para evitar uma resposta militar.

"Em um último apelo, lhes digo: 'detenham isto'", afirmou Olmert em uma entrevista com o canal de televisão por satélite árabe Al Arabiya, da qual publicaram trechos no jornal Jerusalem Post.

"Sei o quanto desejam se levantar pela manhã em calma, levar seus filhos à escola, como nós fazemos, como querem fazer as crianças de Sderot e Netivot", afirmou Olmert em referência às localidades do sul de Israel que, com freqüência, são alvo de foguetes e obuses a partir da Faixa de Gaza por grupos armados palestinos.

"Queremos ter uma boa vizinhança com Gaza. Não queremos afetá-los e não permitiremos uma crise humanitária na qual sofram com a falta de alimentos e medicamentos. Não queremos combater ao povo palestino, mas não permitiremos que o Hamas ataque a nossos filhos", afirmou Olmert.

"Não permitam que o Hamas, atuando contra os valores do Islã, os coloquem em perigo. Detenham-nos. Detenham os seus e os nossos inimigos. Digam a eles que deixem de disparar contra cidadãos inocentes", insistiu Olmert.

bur-cad/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.