Olhar e cor do uniforme influenciam defesa de pênaltis, diz estudo

A cor do uniforme e o olhar do jogador para o goleiro podem influenciar a defesa de um pênalti, sugere um estudo sobre o comportamento dos jogadores realizado na Inglaterra. Para avaliar o impacto que a cor e o contato visual do jogador exercem sobre o goleiro, os pesquisadores da Universidade de Chichester mostraram 16 clipes de quatro jogadores para 12 goleiros.

BBC Brasil |

Os vídeos tinham duração de até 12 segundos e mostravam o jogador se preparando para a cobrança, até a corrida para o chute.

Para avaliar o impacto da postura do jogador sobre a expectativa do goleiro, os pesquisadores utilizaram quatro combinações diferentes, uma para cada clipe.

Na primeira, os jogadores encaravam o goleiro durante 90% do tempo e vestiam uniforme vermelho - o que provou ser a combinação que provoca maior senso de confiança a respeito do jogador no goleiro.

Na segunda, os jogadores encaravam o goleiro por 90% do tempo, mas usavam branco.

Nas seguintes, os jogadores encaravam os goleiros por apenas 10% do tempo da preparação para o lance e vestiam uniformes vermelhos e brancos.

A equipe pediu então que os goleiros avaliassem cada jogador com base em seis características: confiança, experiência, concentração, foco, compostura e asserção.

Além disso, os participantes também avaliaram as expectativas que tinham de defender cada um dos pênaltis com base na atitude dos jogadores.

De acordo com os resultados, jogadores que usavam uniformes vermelhos e encaram o goleiro durante 90% da preparação para a cobrança causaram um impacto maior e teriam mais chances de marcar o gol.

A avaliação dos goleiros indicou ainda que a combinação mais fraca, ou seja, aquela que gerou a maior confiança na defesa do pênalti, foi a dos jogadores que vestiam branco e mantinham contato visual por apenas 10% do tempo da cobrança.

A pesquisa indica que, apesar de a cor do uniforme provocar um impacto quando o olhar diretamente para o goleiro acontecia em apenas 10% do tempo da jogada, a coloração da camiseta não influenciava a opinião do goleiro quando o olhar permanecia por 90% do tempo.

"Esse resultado sugere que os atletas podem criar a impressão de serem dominantes e competentes por encarar de forma prolongada o oponente imediatamente antes do início do encontro esportivo", disse Iain Greenlees, que liderou a pesquisa.

"As implicações dos resultados de nossa pesquisa são de que a cor do uniforme e o olhar do jogador podem influenciar o modo como os atletas são analisados", diz o estudo, acrescentando que se jogadores poderiam fazer uso "favorável" destas "dicas".

O estudo foi publicado na revista científica Journal of Sports Science.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG