O.J. Simpson é condenado a pelo menos 15 anos de prisão por roubo e seqüestro

Washington, 5 dez (EFE).- Uma juíza de Nevada condenou hoje o ex-astro do futebol americano O.

EFE |

J. Simpson a um mínimo de 15 anos de prisão por vários crimes, entre eles assalto à mão armada e seqüestro.

Pouco antes de conhecer a sentença, Simpson, de 61 anos, tinha dito à juíza do Condado de Clark, Jackie Glass, que estava "triste e confuso", e pediu perdão por suas ações.

O ex-astro do futebol americano também se destacou como comentarista esportivo na TV dos Estados Unidos, e chegou a aparecer em algumas produções de Hollywood.

Em 1994, foi inocentado da morte de sua ex-mulher Nicole e de um amigo, em um caso que teve uma ampla repercussão nacional e internacional.

No dia 3 de outubro, foi declarado junto com seu amigo Clarence Stewart culpado de 12 crimes, incluindo assalto à mão armada e seqüestro.

O incidente tinha acontecido um ano antes, em 13 de setembro de 2007, quando o ex-jogador e alguns amigos entraram à força e armados em um quarto de um hotel de Las Vegas para recuperar vários objetos assinados e artigos esportivos que Simpson considerava de sua propriedade.

O roubo foi denunciado por Bruce Fremong, um vendedor de artigos esportivos que havia marcado um encontro com um comprador anônimo, mas que acabou se deparando com Simpson, que reivindicou que esses artigos lhe pertenciam.

Na audiência de hoje, a juíza rejeitou o pedido dos advogados de Simpson para que ele ficasse em liberdade sob fiança enquanto apelavam contra sua condenação. EFE jab/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG