Oito policiais morrem em ataque a academia no Paquistão

Islamabad, 30 mar (EFE).- Oito policiais morreram e 50 ficaram feridos hoje no ataque de um comando terrorista a uma academia policial nos arredores da cidade de Lahore, no leste do Paquistão, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

EFE |

Tanto o inspetor geral da Polícia do Punjab - província à qual pertence Lahore -, Khalid Farouk, quanto o porta-voz do Exército paquistanês, Athar Abbas, confirmaram à Efe o número de mortos, embora o segundo tenha elevado o número de feridos para 79.

Farouk tinha dito horas antes à Efe que, durante o ataque, 26 agentes haviam morrido e 90 ficado feridos.

"Vieram à tona muitos números ao longo do dia. Houve confusão, mas o que está certo, por enquanto, é que são oito os policiais mortos", ressaltou Abbas.

Esta fonte e o chefe da Polícia do Punjab disseram que pelo menos sete terroristas realizaram o ataque, que durou oito horas até que o Exército, paramilitares e forças policiais de elite colocassem fim ao mesmo.

"Os dados que tenho são de que quatro terroristas morreram e outros três foram detidos. Ficaram no andar baixo e no telhado (de um edifício da academia) e mantiveram entre 40 e 50 cadetes como reféns", disse o porta-voz militar.

Outras fontes policiais disseram antes que havia aproximadamente 500 agentes no complexo, que estavam fazendo seus exercícios quando começou o ataque.

O ministro do Interior paquistanês, Rehman Malik, disse à imprensa que os terroristas que morreram se suicidaram detonando as cargas explosivas que tinham e confirmou que havia três detidos, mas alegou que dois deles eram, por enquanto, apenas "suspeitos".

Malik cifrou em 95 o número de feridos e disse apenas que, entre os mortos, estavam dois civis.

Os membros do comando terrorista, que as autoridades disseram horas antes que era formado por pelo menos dez membros, entraram no complexo por dois lugares diferentes, disfarçados com uniformes próprios de guardas de segurança. EFE igb-ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG