Tamanho do texto

Pelo menos oito pessoas morreram neste sábado no naufrágio de um barco na costa do Marrocos, que levava cerca de 60 imigrantes ilegais, informou uma porta-voz do governo de Ceuta, enclave espanhol no norte da África.

"De acordo com o último balanço disponível, pelo menos oito pessoas morreram - um homem e sete mulheres de origem sub-saariana - no naufrágio de um barco zodíaco, que transportava dezenas de imigrantes", indicou a porta-voz, acrescentando que uma das mulheres mortas estava grávida..

Onze pessoas já foram resgatadas - sete homens e quatro mulheres.

As vítimas seriam principalmente mulheres jovens, algumas grávidas, segundo o site do jornal El Mundo - que fala em sete mortos, informação ainda não confirmada pelas autoridades.

Helicópteros e embarcações espanhóis e marroquinos participam das operações de salvamento perto da ilha de Perejil, perto de Ceuta.

As autoridades marroquinas, a defesa civil espanhola e os serviços marítimos de socorro espanhóis continuam as operações de busca para tentar encontrar sobreviventes.

pta/gg./ap