Oito homens assassinados em Ciudad Juárez

Oito homens foram assassinados entre a tarde de quinta-feira e sexta-feira em Ciudad Juárez, a cidade mais violenta do México, em consequência de uma guerra entre cartéis de narcotraficantes.

AFP |

Uma das vítimas, um homem de de 26 anos, recebeu vários tiros, a ponto de ter perdido as mãos, segundo a subprocuradoria de Justiça do estado de Chihuahua.

Segundo um balanço da AFP com base nas informações oficiais, mais de 1.200 execuções foram registradas em 2009 em Ciudad Juárez, atribuídas em sua maioria ao confronto entre os cartéis de Juárez e de Sinaloa pelo contole das rotas das drogas para os Estados Unidos e o mercado local.

A onda de violência em Ciudad Juárez, onde há 8.500 militares mobilizados, provocou este mês dois massacres em centros de reabilitação para viciados, em que foram assassinadas 28 pessoas.

O governo mexicano enviou quase 50.000 militares a diversos pontos do país para combater os cartéis da droga, aos quais se atribuem 14.000 homicídios desde a posse do presidente Felipe Calderón no fim de 2006.

str-gbv/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG