Oito fundamentalistas morrem em operação no vale de Swat, no Paquistão

Islamabad, 25 jan (EFE).- Pelo menos oito fundamentalistas, entre eles um líder insurgente, morreram em uma operação das forças de segurança paquistaneses no conflituoso vale de Swat (norte), informou hoje o canal privado Geo TV.

EFE |

Os agentes entraram na casa de Bakhtiar, um comandante insurgente da região, e o mataram junto com outros sete fundamentalistas quando estes tentaram responder ao ataque, segundo a cadeia, que não citou suas fontes.

As forças de segurança organizaram a batida, que aconteceu na área de Kabal, após receber informação sobre a presença de fundamentalistas na residência, onde os agentes apreenderam armas e munição.

Além disso, os agentes mataram uma mulher e sua filha ao abrir fogo contra um carro que se aproximava de um posto militar na zona de Fizzagat, também em Swat, onde na sexta-feira passada foi registrado um ataque suicida. EFE Segundo a "Geo", um aldeão morreu por disparos dos agentes em circunstâncias similares, esta vez na área de Bariam, ao crer que se tratava de um terrorista suicida.

As forças de segurança mataram outro civil enquanto levavam a cabo uma nova batida na área de Khwazakhela, informou a cadeia. EFE igb-amp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG