Oito alpinistas, cinco deles austríacos e três suíços, desapareceram neste domingo em uma avalanche em Mont Blanc, nos Alpes franceses, sem que as autoridades tenham esperança de ainda encontrá-los com vida.

Os trabalhos de busca dos oito alpinistas foram suspensos devido ao risco de novos deslizamentos das placas de neve, segundo fontes da gendarmeria local.

O risco de desprendimento aumentou por causa da elevação das temperaturas.

A ministra do Interior, Michele Alliot-Marie, afirmou, por sua vez, que não há chances de encontrar com vida nenhum dos oito alpinistas desaparecidos.

"Foi uma avalancha monumental, sem escapatória para os montanhistas", afirmou a ministra.

O incidente também deixou oito pessoas feridas, franceses e italianos, que foram socorridas.

Um italiano que conseguiu escapar, Marco Delfini, explicou que seus colegas por arrastados cerca de 200 metros por um "muro de gelo".

"Não afundei totalmente na neve, por isso pude ajudar os outros", controu Delfini.

"Oito pessoas estão desaparecidas. Segundo informações disponíveis, cinco seria de nacionalidade austríaca e três de nacionalidade suíça", declarou a prefeitura de Haute-Savoie num comunicado.

A avalancha aconteceu no lado norte do Mont-Blanc de Tacul (4.248 m), um pico do Mont-Blanc, a 3.600 metros de altitude.

Os feridos foram hospitalizados. As pessoas socorridas são cinco franceses, três italianos, entre eles uma mulher, de idades entre 26 a 37 anos.

As autoridades mobilizaram cerca de 40 socorristas e três helicópteros para as buscas.

O deslizamento atingiu a ladeira norte do Mont Blanc du Tacul (4.248 m), uma área muito freqüentada pelos alpinistas que se encaminham para o Mont Blanc, o chamado "Teto da Europa", de 4.810,90 metros.

Segundo informações preliminares, a queda de um bloco de gelo teria provocado uma enxurrada de neve que resultou na avalanche, que, nesta época do ano, não é tido como um fenômeno raro, segundo o especialistas.

O incidente eleva para mais de cem o número de pessoas mortas nos Alpes franceses desde o início do verão europeu.

mie-hap/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.