Oficial iraquiano nega acordo de retirada de tropas com EUA

O assessor de Segurança Nacional do Iraque, Muwaffaq al Rubaie, rejeitou um relatório, neste domingo, segundo o qual Washington e Bagdá desistiram de tentar chegar a um acordo sobre a situação das tropas americanas no Iraque antes do fim do mandato do presidente George W. Bush.

AFP |

Al Rubaie disse que o jornal "Washington Post" não havia "entendido o ponto" das negociações prolongadas, e que as duas partes ainda tentavam chegar a um acordo até final de julho, como Estados Unidos e Iraque anunciaram publicamente.

O "Washington Post" informou também que as negociações formais sobre o acordo do estatuto das forças militares querem ir a 31 de julho, e ambos os governos trabalham agora em um documento "ponte" que autorizaria que continuem existindo operações básicas americanas, até o fim do mandato da ONU, no final de 2008, de acordo com o informe.

"Para ser honesto, não acho que esteja certo", declarou Al Rubaie à CNN.

"Nos últimos meses, ou semanas (...) estivemos tentando garantir a melhor abordagem possível (...) e acho que, agora, sabemos com clareza o que queremos fazer", completou Al Rubaie.

"Estamos tentando, com muito esforço, cumprir o prazo de final de julho, e acho que ainda há uma esperança", acrescentou, destacando que as partes envolvidas estão "fazendo grandes progresso".

mlm/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG