Ofensivas matam 12 talibãs no Afeganistão

Cabul, 2 jun (EFE).- Pelo menos 12 talibãs morreram em duas ofensivas da coalizão liderada pelos Estados Unidos e pelas forças de segurança afegãs no centro e no leste do país, informou hoje o comando militar americano.

EFE |

Na província de Paktika, na fronteira com o Paquistão, as tropas lançaram na segunda-feira à noite uma operação conjunta para capturar um líder talibã, segundo um comunicado da coalizão.

Quando as forças afegãs e americanas tentaram atacar o comboio onde viajava o líder insurgente, um grupo de talibãs abriu fogo, por issoas tropas solicitaram "apoio aéreo" e o conseguinte bombardeio da Aviação dos EUA matou seis "inimigos combatentes", segundo a nota.

As tropas apreenderam lança-granadas, fuzis Kalashnikov e outras armas em posse dos insurgentes, após o ataque aéreo.

Na próxima região de Wardak, no centro do Afeganistão, uma nova operação causou a morte de seis fundamentalistas "responsáveis" de recentes atentados na província, segundo outro comunicado divulgado hoje pela coalizão.

As forças afegãs e dos EUA atacaram um esconderijo talibã no distrito de Nirkh, cerca de 40 quilômetros ao sudoeste de Cabul, e mataram um "conhecido" líder intermediario da insurgência que preparava explosivos para os atentados contra as forças de segurança e as tropas estrangeiras.

O comando militar americano informa quase diariamente sobre a morte de insurgentes em suas ofensivas, frequentemente lançadas junto ao Exército afegão e concentradas no cinturão sudeste do Afeganistão, onde os talibãs têm maior presença. EFE nh-amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG