Ofensiva no nordeste do Iraque leva à detenção de 200 supostos insurgentes

Bagdá, 2 ago (EFE).- Pelo menos 200 supostos insurgentes foram detidos durante uma grande ofensiva contra terroristas e rebeldes iniciada há cinco dias por tropas militares iraquianas na província de Diyala, no nordeste do Iraque.

EFE |

Segundo a agência independente iraquiana de notícias "Aswat Al Iraq", que cita o general Abdel Karim Khalaf, responsável pelo Ministério do Interior, as detenções ocorreram em operações de segurança em diversas zonas de Diyala.

A fonte, que não revelou se as forças governamentais sofreram baixas na ofensiva, destacou que as tropas apreenderam uma grande quantidade de armas e munição.

Devido à campanha militar, alguns insurgentes tentaram fugir de Diyala, mas as autoridades locais esão em contato com as autoridades das províncias vizinhas para impedir sua fuga.

Pelo menos 45.000 soldados militares iraquianos participam da ofensiva, com apoio de tropas americanas - a ação é uma das mais importantes lançada após a queda do antigo regime de Saddam Hussein, em 2003.

Nos últimos meses, Diyala se tornou um dos principais redutos da rede terrorista Al Qaeda. Os membros da organização tinham sido expulsos de outras províncias pelos "conselhos de salvação" ou milícias de voluntários sunitas. EFE am/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG