Ofensiva contra talibãs provoca novo êxodo no Paquistão

Milhares de civis fugiram de uma ofensiva do Exército que deixou, segundo os militares, mais de 130 mortos entre os combatentes islâmicos em mais de uma semana no distrito de Khyber, no noroeste do Paquistão, anunciaram nesta segunda-feira as autoridades locais.

AFP |

Segundo elas, 30.000 pessoas fugiram dos combates. Já a ONU avaliou o número em alguns milhares.

O famoso ponto de passagem de Khyber, principal via de acesso para o Afeganistão a partir do Paquistão, é assolado por talibãs e bandidos ligados aos rebeldes que atacam os comboios de abastecimento destinados às forças internacionais no Afeganistão.

O exército lançou há uma semana uma grande ofensiva na região, após um atentado suicida que matou 22 guardas.

"Cerca de 30.000 pessoas que fugiram da operação militar de Khyber chegaram domingo a Peshawar", a capital da província do noroeste do Paquistão, declarou nesta segunda-feira à AFP Sahibzada Mohammad Anis, o chefe da administração provincial.

O chefe do governo do distrito de Khyber, Tariq Hayat, confirmou à AFP que pelo menos 30.000 pessoas aproveitaram uma suspensão temporária do toque de recolher para fugir.

No entanto, para o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur) "500 a 800 famílias, em maioria mulheres e crianças, tiveram que fugir", segundo Ariane Rummery, porta-voz da organização para o Paquistão.

O exército anunciou nesta segunda-feira ter matado 10 rebeldes no setor de Bara. No domingo, informou que matou 121 em uma semana. Estes números não podem ser comprovados.

"Alguns alugaram casas em Peshawar, outros foram para a casa de familiares, mas o governo não pretende instalar campos de refugiados porque esta operação militar será finalizada nos próximos dias", explicou Hayat.

O Paquistão foi recentemente o cenário de uma grave crise humanitária, quando quase dois milhões de pessoas fugiram de uma ampla ofensiva militar contra os talibãs na região do vale do Swat, mais ao norte.

bur/yw/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG