OEA recebe delegação do governo de Micheletti pela primeira vez

WASHINGTON - O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, se reuniu pela primeira vez com uma delegação do governo interino de Honduras, liderado por Roberto Micheletti, desde o golpe de Estado de 28 de junho.

EFE |


Em sua residência privada, Insulza recebeu a delegação composta por representantes do novo governo no diálogo mediado pelo presidente da Costa Rica, Óscar Arias.

"Tivemos uma conversa muito longa, muito interessante e acredito que muito construtiva", disse Insulza, em comunicado divulgado após o encontro. Ele se mostrou confiante de que o diálogo com a delegação hondurenha "gerará benefícios para a missão" que a OEA enviará "em breve" a Honduras.

A reunião acontece dois dias depois de o governo de Micheletti ter suspendido a visita da missão da OEA, prevista para chegar a Honduras na segunda-feira, em rejeição à presença do próprio Insulza na delegação.

O governo interino, que acusava o secretário-geral de "falta de objetividade, imparcialidade e profissionalismo no exercício de suas funções", finalmente permitiu que o diplomata chileno participasse "como observador" da comissão, cuja visita foi adiada até o final de agosto.


Leia mais sobre Honduras

    Leia tudo sobre: hondurasoearoberto micheletti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG