OEA intermediará encontro de Morales com chefes regionais opositores

Washington, 10 mai (EFE).- Um alto funcionário da Organização dos Estados Americanos (OEA) intermediará um encontro que o presidente da Bolívia, Evo Morales, terá na segunda-feira com governadores opositores para tentar resolver a atual crise política no país.

EFE |

Raúl Alconada Sempé, assessor principal da Secretaria de Assuntos Políticos da OEA, chegará a La Paz na segunda-feira para participar do encontro, que acontecerá no mesmo dia no palácio de Governo, informaram fontes diplomáticas bolivianas.

Esta versão não pôde ser confirmada pela Agência Efe com fontes da OEA.

O chanceler boliviano, David Choquehuanca, convidou à reunião o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, em carta datada de sexta-feira.

No entanto, Insulza comunicou que não podia mudar sua agenda para viajar à Bolívia, e disse que Sempé o representaria.

Morales convidou os nove chefes de departamento à reunião da segunda-feira, mas alguns disseram que não assistirão ao encontro.

Em sua carta, o chanceler disse que o Governo debaterá na segunda-feira "todos os temas que se quiser colocar, incluindo a possibilidade de compatibilizar a nova proposta de Constituição Política do Estado" em todos os aspectos que mantenham a integridade e a unidade territorial.

Os governadores das regiões bolivianas que promovem a autonomia se opõem ao projeto de nova Constituição impulsionado por Morales.

EFE cma/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG