OEA inicia missão na Bolívia

Delegação da OEA iniciou nesta quarta-feira uma difícil missão voltada para aliviar a pressão causada pela situação política na Bolívia.

AFP |

O enviado da organização, Dante Caputo, manteve um encontro com o presidente Evo Morales no palácio Quemado, de La Paz, pegando em seguida um avião para Santa Cruz, a poderosa região que efetuará domingo um referendo para validar um polêmico estatuto de autonomia.

A Bolívia havia advertido sábado no Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA) para o risco de enfrentamentos na região de Santa Cruz, caso seja realizado o referendo sobre sua autonomia previsto para 4 de maio.

"O presidente (Morales) manifestou vontade de diálogo", afirmou o subsecretário de Assuntos Políticos da Organização de Estados Americanos, ao final do encontro de quase duas horas com o governante esquerdista.

"Vamos ver agora do outro lado (o dos prefeitos) como anda a situação (para estabelecer um diálogo)", disse, ao anunciar uma reunião para agora à tarde com os administradores municipais de Santa Cruz, Tarija, Beni e Pando - as províncias rebeldes.

Caputo está na Bolívia pela terceira vez em um mês para tentar buscar uma aproximação entre o governo e os prefeitos opositores.

jac-rb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG