OEA diz que Insulza pode viajar até quinta a Honduras

Tegucigalpa, 28 set (EFE).- O embaixador John Biehl, principal assessor para Honduras do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, afirmou hoje que o titular do organismo poderia chegar ao país acompanhado de uma missão de chanceleres antes da quinta-feira.

EFE |

"Acho que em princípio deveria ser na quarta-feira ou quinta-feira, porque isto depende em grande medida da possibilidade dos chanceleres, já que todos têm funções de muito alto nível e muita preocupação e desejo no caso de Honduras, mas não querem vir a turismo ou para conversar", disse Bielh à Agência Efe.

Indicou que a composição da missão de chanceleres está sendo objeto de negociação neste momento, mas poderia estar integrada pelos mesmos que viajaram a Honduras no final de agosto, com alguns novos nomes.

Essa missão foi composta pelo secretário de Estado do Canadá para Assuntos Exteriores no continente americano, Peter Kent, e os chanceleres da Argentina, Jorge Taiana; Costa Rica, Bruno Stagno; Jamaica, Kenneth Baugh; México, Patricia Espinosa, e Panamá, Juan Carlos Varela. EFE jlp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG