Washington, 5 ago (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) enviará o mais rápido possível uma missão de chanceleres a Honduras para tentar persuadir o Governo de Roberto Micheletti a aceitar o Acordo de San José, mas a comissão ainda não foi constituída.

O secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, explicou hoje depois da sessão fechada do Conselho Permanente do organismo interamericano que "existe consenso" sobre o envio da missão.

Ainda falta, porém, formá-la, e, para isso, é preciso "buscar nomes, conversar com os chanceleres e buscar um adequado equilíbrio" regional na composição e de datas, explicou.

"Vamos formar uma missão, acho que já existe um consenso sobre isso, o meu problema agora é formá-la, buscar os nomes, conversar com os chanceleres, buscar um adequado equilíbrio, um equilíbrio nas datas e isso vamos anunciar, espero, até sexta-feira", afirmou Insulza à imprensa. EFE cae/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.