OEA convoca reunião extraordinária após retorno de Zelaya a Honduras

Washington, 21 set (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou para hoje uma reunião extraordinária de seu Conselho Permanente para analisar a situação de Honduras após o retorno ao país do presidente deposto hondurenho, Manuel Zelaya.

EFE |

A previsão é de que a reunião do Conselho comece por volta das 17h30 (horário de Brasília).

Zelaya retornou hoje a Honduras e está na embaixada do Brasil em Tegucigalpa. Em entrevista por telefone ao canal de televisão "Telesur", o líder deposto disse que voltou ao país para "iniciar um diálogo".

Além disso, Zelaya pediu ao povo hondurenho para que o proteja e que as Forças Armadas do país não intervenham para impedir sua presença e sua busca pelo diálogo.

Em declarações à "Telesur", Zelaya contou que conversou com o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, e que este comunicou que estará em Honduras já nesta terça-feira, mas a organização não confirmou tal viagem.

Manuel Zelaya foi derrubado por um golpe de Estado em 28 de junho deste ano e expulso de Honduras por militares. No mesmo dia, o Parlamento hondurenho nomeou seu então presidente, Roberto Micheletti, como chefe de Estado. EFE pgp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG