OEA conclui missão de avaliação no Haiti para eleições

Porto Príncipe, 9 abr (EFE).- Uma delegação da Organização dos Estados Americanos (OEA) concluiu hoje uma visita oficial de dois dias ao Haiti, destinada a avaliar a situação do país para a realização de eleições presidenciais e legislativas.

EFE |

A realização das próximas eleições no Haiti deve levar em conta "questões técnicas e questões políticas que devem tramitar", declarou à imprensa o secretário-geral adjunto da OEA, Albert Ramdin, que liderou a delegação.

"As questões políticas concernem aos haitianos e são eles que devem resolvê-las", acrescentou.

Segundo o funcionário da OEA, os haitianos terão de decidir se querem organizar eleições gerais e quando vão organizá-las.

"Uma vez que estes temas sejam esclarecidos poderemos preparar um roteiro para essas eleições", explicou Ramdin.

Durante a missão, a delegação da OEA teve reuniões com o presidente haitiano, René Préval, o primeiro-ministro, Jean-Max Bellerive, funcionários do Governo e membros do Conselho Eleitoral Provisório (CEP), responsáveis de partidos políticos e organizações da sociedade civil.

Ramdin confiou que todos seus interlocutores concordaram em celebrar as eleições no prazo constitucional.

Em 12 de janeiro deste ano, o Haiti foi devastado pelo terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu o país, deixano mais de 200 mil mortos e milhões de desabrigados. EFE gp/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG