OEA aumentará pressão sobre governo de fato de Honduras (Insulza)

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, disse neste domingo em Washington que o organismo vai ampliar a pressão sobre o governo de fato de Honduras, após o fracasso da mediação de Oscar Arias para solucionar a crise institucional hondurenha.

AFP |

"Vamos manter e ampliar a pressão" sobre o governo de Roberto Micheletti, disse Insulza em uma entrevista coletiva à imprensa.

Insulza anunciou que na segunda-feira será realizada uma assembleia geral da OEA para analisar a situação após o fracasso das negociações entre delegados de Micheletti e do deposto Manuel Zelaya, em San José.

O secretário-geral não quis "adiantar outras formas de atuação" da OEA, mas lançou uma mensagem ao regime de Honduras, unanimemente condenado pela comunidade internacional: "isto é um golpe que fracassou e devem reconhecer".

du-al/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG